A Crise de 2008 e a Mudança na Relação Cliente-Advogado

A Crise de 2008 e a Mudança na Relação Cliente-Advogado

Um fator que tem influenciado o desenvolvimento e aquisição de soluções tecnológicas pelos escritórios de advocacia é a pressão dos clientes por serviços cada vez mais abrangentes e eficientes, a custos mais baixos.

Segundo Richard Susskind, essa mudança de comportamento do consumidor do serviço jurídico teve como marco a crise de 2008.

De acordo com o Report on the state of the Legal Market, publicado este ano, pela Georgetown Law e Thomson Reuters, a demanda pelos serviços dos escritórios de advocacia apresentava um crescimento anual de 4 a 6%, até 2008.

A crise de 2008, considerada a pior desde a grande depressão de 1929, foi determinante para a mudança da relação cliente-advogado.

Clique aqui para fazer o download do ebook A Quarta Revolução Industrial e o impacto no Setor Jurídico.

Como se pode ver no gráfico, a partir de 2007, a demanda pelos serviços dos escritórios de advocacia começa a cair, tendo o seu ponto mais crítico no início de 2009, volta a crescer de 2009 a 2010 e depois mantém um padrão linear, muito longe das taxas de crescimento alcançadas no período pré-crise.

 

Os escritórios que conseguiram manter os clientes na crise tiveram que fazer várias concessões, remodelando as formas de cobrança e as prioridades de investimento.

Os advogados acreditavam que, após a superação da crise, o mundo jurídico retornaria ao modus operandi de 2006.

Porém, isso não aconteceu.

Os clientes perceberam, com a passagem pela crise, que os custos legais poderiam ser gerenciados mais rigidamente e que o trabalho legal poderia ser realizado de forma diferente e mais eficiente. Por isso, não aceitaram retornar à ineficiência do passado.

O futuro da advocacia

Você também pode gostar:

A Quarta Revolução Industrial no Direito

Marketing Digital para Advogados: mitos e verdades.

A Internet, o impacto na Advocacia e novas Oportunidades.

Marketing Jurídico: vale a pena?

Nayara Menezes
Nayara Menezes
Advogada e fundadora da Concept Law. Cursando MBA em Marketing pela Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM). Gestão de Negócios pela Harvard Business School. Certificada em Inbound Sales e Inbound Marketing pela Hubspot Academy e em Marketing de Conteúdo pela Nova Escola de Marketing.
Login

Porque acreditamos que a educação é o caminho para a transformação, oferecemos, para aqueles que buscam aumento de performance na prestação de serviços jurídicos, cursos online com metodologia inovadora para um público que não tem tempo a perder e que preza por informação confiável. Objetividade, praticidade, simplicidade e comprovação são a base de nossa metodologia de ensino. Para quem precisa de mais, em menos tempo.

2019 Concept Law

Open chat